Nascido assim_ Homossexualismo, genética e neurociência.

Não há como negar o crescimento do movimento gay e muito menos tapar os olhos para as suas conquistas. Eles têm ganhado espaço no campo político; cobertura positiva na mídia; fundado igrejas, teologias e adquiriram uma visão positiva no campo da psicologia. Mas uma das grandes batalhas que o movimento ainda não conquistou de forma definitiva e/ou comprovada foi no campo das ciências exatas. Esse é exatamente nosso foco nesse pequeno artigo. Nosso objetivo, portanto, é ouvir a ciência. Veremos que suas informações serão valorosas no aconselhamento.

A comprovação biológica, genética e neurocientífica de que as pessoas “nascem” homossexuais seria uma das grandes conquistas para o movimento gay. Reconhecemos que nem todos os homossexuais pensam assim, muitos temem que a comprovação poderia gerar um tipo de “eugenia”. As palavras de Simom LeVay (homossexual e cientista) nos alertam para a importância de tal conquista:

"Do ponto de vista POLÍTICO, a questão de determinar a mutabilidade, ou não, do homossexualismo é bastante CRUCIAL. O público estado-uniense terá uma atitude diferente aos DIREITOS HOMOSSEXUAIS de sua crença no fato de o homossexualismo ser, ou não, uma questão de escolha pessoal".

O que dizer, então, das novas descobertas do “gene gay” e do “cérebro gay” tão divulgadas na mídia? Primeiramente, todo espaço conquistado pelo movimento gay na mídia e outras áreas não se deu por razões científicas e/ou filosóficas, senão por pressão política. Quanto às descobertas científicas, dois nomes são importantes : Simom LeVay e Dean Hammer. Ambos homossexuais; o primeiro pesquisou cérebros e o segundo genes.

Em 1991 LeVay analisou o cérebro de 35 cadáveres de “supostos” homossexuais. A mídia divulgou a existência de um “cérebro homossexual” baseada nas pesquisas de LeVay. Algumas observações importantes:

1) LeVay observou diferenças no hipotálamo dos homossexuais. Porém, ele não pode responder se as diferenças eram a causa ou o resultado de vida homossexual; 2) Não pode responder se os danos foram causados por HIV positivo; 3) A definição da sexualidade dos cadáveres é extremamente questionável, pois não havia como verificar a orientação sexual das “amostras”.

O próprio LeVay afirmou:

"É importante enfatizar o que não descobri. Não provei que a homossexualidade é genética, nem achei uma causa genética para o homossexualismo. Não demonstrei que os homossexuais nascem assim, esse é o erro mais comum que as pessoas cometem na interpretação de meu trabalho".

Hammer reinvidicou a descoberta de um gene que parecia ser o determinante da homossexualidade. Quanto à genética, sabemos que todo traço comportamental tem um componente genético. Porém, o gene não determina o comportamento como determina a cor dos olhos ou cabelos.

O próprio Hammer disse:

"Por meio do estudo de gêmeos, já sabemos que metade, ou mais, da variedade na orientação sexual não é herdada…O melhor estudo recente sugere que a identificação sexual feminina é mais uma questão de meio-ambiente que de hereditariedade”."

J. M. Bailey E R. C. Pillard são os dois estudiosos mais citados como tendo demonstrado que a homossexualidade é genética. Suas palavras sobre suas pesquisas são:

"Esses estudos foram projetados para detectar variação hereditária, e caso existisse, refutar a crença prevalecente de que a orientação sexual é amplamente o produto da interação familiar e ambiente social...Embora homossexuais macho e fêmea parece ser pelo menos um pouco hereditário, o ambiente social deve ser de considerável (notável) importância em suas origens".

Sobre as mais atuais pesquisas quanto à questão do “cérebro homossexual”. A Veja On-Line divulgou:

"As pesquisas [cerebrais através de tomografia e ressonância magnética] que chegaram a essas conclusões, no entanto, não tinham como afirmar se as diferentes formas de reagir dos cérebros homo e heterossexual se deviam a razões biológicas ou resultavam da aprendizagem".

Novamente quando o assunto é estrutura cerebral sempre teremos a lacuna da causa e efeito. Pesquisas mostram que o cérebro muda de acordo com o estilo de vida. Assim, não se sabe se as mudanças cerebrais nos homossexuais se devem ao estilo de vida (efeito) ou causam a homossexualidade.

Até aqui, o que se pode dizer é que a homossexualidade é resultado de uma decisão pessoal e de natureza moral. Há influências para a decisão (e.g., criação, ambiente familiar, amizades), mas no final é coração quem decide. Como conselheiros cristãos podemos afirmar com convicção (principalmente bíblica e também científica) para qualquer um que vive em conflito com a sua identificação sexual: “Você não É homossexual”, “Você tem desejos homossexuais”, “Ninguém é homossexual”, “Ninguém nasce homossexual”.

“Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus. Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus” (1Co. 6:9-11).

Comentários

  1. Gostei da postagem e queria deixar uma dica para pais que sofrem com este problema na família e para educadores cristãos que têm dúvidas sobre o assunto.Recentemente li o livro: HOMOSSEXUALIDADE (Um guia de orientação aos pais para a formação da criança - Joseph Nicolosi e Linda Ames Nicolosi), este não é um livro de difícil leitura. Espero que aproveitem!

    ResponderExcluir
  2. Acho que esta errado, nos nascemos com nascemos,somos como somos.
    Sim,sou gay, gosto de gajos. Tambem aprendi a gostar de mim como sou,pois sei que deuz tanto me ama a mim como a si.
    eu sei que vou ter de me libertar um dia podendo até causar dor em algumas pessoas, mas, muito mais dor eu já senti calado por dentro, tanto tempo passou e encontrei sempre uma luz no fundo do túnel.
    Pessoas como voce enervam-me um bocado. se o senhor se colocar no meu lugar,coisa que eu fiz,toda minha vida, (colocar-me no lugar dos meus pais e amigos, sofrendo muito mais do que necessário, tendo de sofrer a minha dor,futura e alheia. Tive de olhar pra dentro me analisar: O que eu sinto é propositado? É um vício? terei nascido heterossexual? Não. Não. Não. Então se não tenho culpa do que sou,não vou mais sofrer. Não, culparei ninguem se deixar de gostar de mim como eu sou de verdade. Mas ficarei decepcionado de saber que se é assim que as coisas se desenrolaram então e porque essas pessoas nunca gostaram de mim realmente.
    Não. Eu não posso o fazer acreditar em mim,acreditar naquilo que sinto por outos gajos,o desejo que sinto por eles. Você até pode achar que eu sou um pobre coitado que não sei o que digo, mas isso você só teria certeza se de fato tivesse vivido a minha vida, com todos os meus sentimentos e problemas, que pessoas como o senhor não fazem a minima ideia. As dificuldades fizeram-me forte. o senhor acha que suportaria o peso da minha vida?


    ps.Eu acho que o senhor tambem deve ser gay, frustrado por nao ter sido feliz, mas dizer mal so mostra que quem desdenha quer comprar..

    ResponderExcluir
  3. Algumas considerações sobre sua resposta ao artigo:

    1. Sua reposta vai de encontro a muitos homossexuais. O que você afirma na sua resposta é exatamente o que muitos homossexuais "esclarecido" negariam, pois afirmar "nascemos como nascemos" pode trazer implicações de "defeitos genético". Muitos que vivem a prática homossexual tem percebido isso e evitado exatamente o que vc afirma.

    2. Você fala de "culpa". É interessante que esse sentimento não é exclusivo dos homossexuais ocidentais como muitos pensam. A Bíblia fala da consciência. Acho que não revelou seus desejos às pessoas por que ainda resta um pouco dela em vc.

    3. Muitos (não todos) que praticam a homossexualidade não discutem o tema com análise cuidadosa. É o seu caso. Você fala muito de mim sem me conhecer. Isso revela um problema se julgamento precipitado. Cuidado com isso. Você torna a coisa muito pessoal e acalorada. Se é para discutir a questão, sejamos civilizados.

    4. Não sou homossexual. E não sou frustrado. Cuidado em aplicar aos outros a sua própria realidade. As pessoas não são como vc. Eu não sou como vc. Diferente de vc, em um país que discrimina evangélicos e pastores, assumo minhas convicções e o que sou. Vc nem nome tem.

    5. Você não é gay. É só olhar para seu corpo. A cultura, as frustrações, a criação, os amigos, as amigas, e o seu desejo o fazem dizer o que não é na verdade.

    Valeu!!

    Espero uma resposta madura para a abertura de um diálogo.

    ResponderExcluir
  4. Ola. Sou homem, homossexual. Não aceito a minha situação e se pudesse escolher, teria nascido morto a ser assim. Não concordo quando falam do homossexualismo como "opção sexual", se isso fosse uma opção com toda certeza eu estaria noutra situação de vida. Quem ta fora é facil falar que é "opção", safadesa ou sei lá o que. É muito fácil julgar quem a bíblia condena, principalmente se for outra pessoa. Ja tentei de todo jeito mudar meu sexo, mas não obtive nenhum resultado. Não sou gay porque quero. Não escolhi ser assim. Odeio ser assim. Ja tentei até o suicídio. Sou crente em Jesus desde os meus 15 anos, hoje tenho 24, e nunca fui "liberto."...

    ResponderExcluir
  5. por favor, não venhão com estórias de que ser gay é opção, que isso é fábula. Se fosse opção, escolheria ser hetero para não ter que passar por essa tristeza, baixo-estima, angustia, preconceito, bullyng, violencia... Etc. Só mesmo alguém tirano, perverso, sem amor pra julgar alguém que nasceu como é, e jogá-lo em um lago de fogo. É como alguém ser julgado por nascer cego ou aleijado por ser assim. Só quem ta dentro pra saber o que é ser gay.

    ResponderExcluir
  6. Caro Anônimo,

    Em primeiro lugar, obrigado por responder ao post. Bem, algumas questões precisam ser esclarecidas. Em primeiro lugar você diz que é FÁCIL falar que o homossexualismo trata-se de uma opção. Não creio assim. Tenho um amigo próximo que lida com a questão e posso te garantir que não é algo fácil. Se o artigo passou essa idéia, certamente não foi essa a minha intenção, perdoe-me. Há outros pecados condenados nas Escrituras que levam QUALQUER cristão às lutas constantes. Se você tem dificuldades com seus desejos homossexuais, eu tenho dificuldade com outros pecados. Em ambos os casos estamos igualmente em luta. Ser cristão não é ser perfeito.

    Por outro lado, sendo fácil ou não, o fato é que não há base nenhuma para qualquer tipo de defesa do homossexualismo partindo das Escrituras (Bíblia). Se você não crer na Bíblia, certamente esse é um direito que a própria Bíblia lhe garante. Ser cristão é uma escolha.

    Em segundo lugar, é estranho você colocar os homossexuais na mesma situação de um cego e um aleijado de nascença. Homossexualidade não é uma questão biológica, mas moral. O pequeno artigo postado visa mostrar exatamente isso. E você não refutou cientificamente nada do que afirmei.

    Além disso, é extremamente perigoso ir por esse caminho (confundir biologia e moral), pois isso o levará ao que alguns chamam de “determinismo biológico”. Ou seja, tudo tem uma explicação biológica. Dessa forma as pessoas sempre terão a “carta coringa” do “EU NASCI ASSIM”.

    Agora imaginemos que um idiota espancador de homossexuais seja pego no flagrante e diga: “Eu não consigo deixar de odiar essas pessoas”, “É fácil me julgar”, “EU NASCI ASSIM”. O que você diria para ele? Diria que ele tem escolha? Ora, você mesmo disse que não tem, por que ele teria? Para ser coerente com suas colocações você deve aceitar todas as atitudes, por que todas elas tem uma "explicação biológica".

    Caro anônimo, se você luta com a homossexualidade, junte-se a todos os cristãos que lutam COM Cristo com seus pecados. Com amor, Pr. Rômulo Monteiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nunca fui homossexual mas já passei por luta na minha carne com outras coisas: a pornografia por exemplo. mesmo estando na igreja durante muitos anos meu ministério se limitou por causa desse pecado. hoje, graças a Deus fui liberto, mas foram muitos anos de lutas. vc que é homossexual e quer ser liberto. não desista. Deus é contigo e ele te ama

      Excluir

Postar um comentário